Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
70 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55345 )
Cartas ( 21072)
Contos (12178)
Cordel (9607)
Crônicas (21339)
Discursos (3113)
Ensaios - (9921)
Erótico (13148)
Frases (40254)
Humor (17570)
Infantil (3576)
Infanto Juvenil (2311)
Letras de Música (5420)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135960)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1909)
Textos Religiosos/Sermões (4239)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Letras_de_Música-->QUANDO FUI CHUVA -- 18/08/2016 - 14:54 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Doce voz, cheia de sentimento...


É uma delícia, poder ser chuva em alguém...




Quando já não tinha espaço, pequena fui

Onde a vida me cabia apertada

Em um canto qualquer,

acomodei minha dança, os meu traços de chuva

E o que é estar em paz

Pra ser minha sem ser tua



Quando já não procurava mais

Pude enfim nos olhos teus, vestidos d`água,

me atirar tranquila daqui

Lavar os degraus, os sonhos, as calçadas



E, assim, no teu corpo eu fui chuva

... jeito bom de se encontrar!

E, assim, no teu gosto eu fui chuva

... jeito bom de se deicar viver!



Nada do que fui me veste agora

Sou toda gota, que escorre livre pelo rosto

E só sossega quando encontra tua boca



E, mesmo que eu te me perca,

Nunca mais serei aquela que se fez seca

Vendo a vida passar pela janela


Comentários

ANGELA PAULA LIMA  - 18/08/2016

Que lindo!

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 14Exibido 247 vezesFale com o autor