Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
129 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56607 )
Cartas ( 21127)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21849)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41605)
Humor (17731)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137016)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4497)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Humanidade -- 15/05/2018 - 04:44 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Humanidade

Por onde andas?
Onde esta tua cordialidade?
E a gentileza, por acaso a jogastes numa lata de lixo?
Tua discriocionariedade, esqueceu os limites da lei?
O respeito ao próximo inverteu a localização?
Talvez não percebas, mas teus sintomas estão severos e pode te conduzir a uma morte. Que sorte seria se acaso não vieres a sofrer, mas não existe o extinção sem que haja sofrimento àqueles que não se dão conta de quanto doentes estão. Faltou-lhes todos os limites, inclusive o da percepção e talvez as flores não queiram mais existir.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui