Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
127 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56624 )
Cartas ( 21128)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21854)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41612)
Humor (17732)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2331)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137015)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4500)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A diferença entre país que educam e os demais. -- 02/07/2018 - 07:59 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A diferença de filhos que os pais sabem educar e os filhos da " nova elite". Leitura do dia de Major Lalá








É gritante a diferença entre uma criança em que os pais sabem educar e a outra que vem de pais novos ricos. As criancas(nem todas) estão muito adultizadas e fúteis. Valores transmitidos pelos pais(claro). Não se educam mais (os pais). Delegam tudo à uma escola que além de ser deficitária, deveria só complementar, aliado a essa questão, não interessa aos governantes uma população educada, que saiba questionar ou reinvidicar seus direitos. Num país de miseráveis, com muita fome para uma alegria lateral, com jogos de milionários, reina na cabeça dos jogadores o complexo de vira lata(o novo rico), cujo significado exprime no.vo-ri.conovuˈʀiku. Nome masculino


depreciativo indivíduo de classe social baixa que enriqueceu rapidamente, apresentando gostos e modos considerados vulgares pelas pessoas de classe mais altas


adjetivo


1. depreciativo que apresenta as características associadas ao novo-riquismo


2. depreciativo de mau gosto





Pode-se chegar a uma conclusão em que num país onde os reis são jogadores de futebol ( jogam com as dores alheias), Pablo Vitar como melhor cantor... o resto fica fácil de concluir.... sem educação, os valores culturais se invertem. E a gente ainda tem que se considerar feliz. Povo perdido não faz guerra.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui