Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
131 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56227 )
Cartas ( 21113)
Contos (12461)
Cordel (9813)
Crônicas (21736)
Discursos (3121)
Ensaios - (9964)
Erótico (13194)
Frases (41301)
Humor (17658)
Infantil (3600)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5443)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136759)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1915)
Textos Religiosos/Sermões (4467)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Sobre a Youtuber Que Falou Que Cinema Deveria Custar Caro -- 07/08/2018 - 18:41 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sobre a Youtuber Que Falou Que Cinema Deveria Custar Caro
Um vídeo, que está causando polêmica nas redes sociais, é de uma youtuber falando que as entradas do cinema deveriam ser mais caras para atrair pessoas educadas e afastar as criaturas baderneiras. Infelizmente, subir o preço dos ingressos não é a solução para que a plateia permaneça silenciosa durante a sessão. Pois o problema está na forma em que os pais educam os adolescentes desta nova geração. Infelizmente a maioria das famílias está tratando as crianças e jovens de forma permissiva e liberal demais, onde os desejos dos pequenos são atendidos, imediatamente, não levando em conta as consequências para os outros seres ao redor.
Na época da minha avó, onde os pais eram rígidos e namoro na rua era visto como algo proibido, os jovens usavam o cinema como uma opção para encontros, às escondidas, sem maiores consequências. Por isto existiam os lanterninhas, que eram os seguranças que ficavam dentro da sala de cinema com uma lanterna nas mãos, com os objetivos de chamar a atenção dos casais mais afoitos e impedir bagunças com barulhos. Desde a década de 90, estes guardas foram banidos dos cinemas. Então por causa da permissividade das famílias com seus filhos e da falta destes lanterninhas, pessoas sem escrúpulos passaram a fazer baderna nos cinemas através de barulhos, provocações, brigas e até streap-tease.
Portanto, as soluções são as famílias colocarem limites em seus filhos e os cinemas voltarem a contratar lanterninhas.
Luciana do Rocio Mallon



Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui