Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
125 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56733 )
Cartas ( 21128)
Contos (12527)
Cordel (9865)
Crônicas (21901)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41767)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137080)
Redação (2887)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Agora,Querem Censurar a Coleção Vaga-lume da Editora Ática -- 08/09/2018 - 17:35 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Agora, Querem Censurar a Coleção Vagalume da Editora Ática
Depois de livros de autores consagrados como Ana Maria Machado e Monteiro Lobato sofrerem ameaças de censura, agora é a vez da coleção Vagalume da Editora Ática, que é uma série de obras juvenis que há desde os anos 80. Fui criança, naquela época, e nunca vi nada de errado nestes livros. Pelo contrário, as obras eram interessantes e estimulavam a leitura.
Agora, em 2018, moralistas dizem que o nome vagalume induz à homossexualidade porque o pirilampo é um inseto que tem luz no traseiro. Sim, parece piada, mas este é um dos argumentos que os equivocados usam para tirar a coleção das bibliotecas das escolas.
Os moralistas ainda argumentaram que títulos, da coleção, como: O Escaravelho do Diabo, A Ilha Perdida, Um Cadáver Ouve Rádio, A Maldição do Tesouro do Faraó, Na Barreira do Inferno, O Mistério dos Cinco Estrelas, Na Mira do Vampiro, A Aldeia Sagrada, O Mistério da Cidade-Fantasma e As Aventuras de Xisto podem causar medo nas crianças porque envolvem histórias de fantasmas e crimes. Ora, aposto que estas mesmas pessoas deixam seus pequenos assistirem às novelas, da Globo, que possuem elementos mais pesados.
Sou escritora de lendas e na minha infância, pedia para que minha mãe contasse causos populares como: A Loira Fantasma, O Cachorro do Drácula, O Costureiro Morto Que Virou Gato de Vitrine, O Jardim dos Espíritos, etc. Garanto que nunca tive pesadelos por causa destes contos.
Infelizmente, nossa sociedade está ficando histérica em nome de hipocrisia.
Luciana do Rocio Mallon




Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui