Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
120 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56476 )
Cartas ( 21121)
Contos (12490)
Cordel (9844)
Crônicas (21811)
Discursos (3122)
Ensaios - (9984)
Erótico (13198)
Frases (41511)
Humor (17698)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136967)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4479)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Eleições 2018 -- 05/10/2018 - 07:44 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA (marceloosouzasom@hotmail.com) zap 71-992510196) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Eleições 2018



Vemos na televisão um grande desfile de candidatos, todos eles têm uma fórmula para o Brasil sair da situação calamitosa em que se encontra, onde não sabemos se essa obra de ficção realmente poderá sair do papel para a prática.
As pessoas não embarcam somente no que eles falam, muitas vezes elas querem acreditar no que de fato no que não vai acontecer, defendendo ideias que são inconsistentes, mesmo assim fazem questão de apedrejar o candidato alheio, gerando grandes tumultos nas redes sociais, afastando supostos amigos, que são agressivamente atacados, sem nenhuma compaixão, chamando-os de termos horríveis.
Ninguém aceita a opinião de ninguém, eles perguntam e se não for favorável ao seu pensamento começa a interminável discussão virtual .
É muito triste ver como as pessoas veem política, num fanatismo futebolístico-religioso não importa o que você diga, se não for da sua vontade, a peleja não termina, se terminar, não termina bem.
Nesse ano as propagandas dos candidatos diminuíram, o que vigorou mesmo foi a batalha nas redes sociais, deixando para a população se digladiarem, ao seu favor, que vai se tornar no futuro, “normal”.
Tem político “preso” que manda no candidato solto, tem outro que foi esfaqueado, onde algumas pessoas com viseira disseram que foi proposital; tem outro que está quase dormindo, não acorda nem com o final da eleição; outros que estão esperando o resultado para ver se fica com alguma ponta do poder; ainda tem personalidades públicas que pregam honestidade, mas não são sequer modelo de tal comportamento. Isso só para a presidência, pois se formos para a esfera dos deputados, não terminaremos de falar, inclusive quem saiu como bandido, perdendo seu direito de se eleger, depois da “pena”, voltou como santo.
Nesse caótico quadro, esquecemos do que realmente o Brasil precisa e levantamos bandeiras partidárias, sendo que esquecemos de que o nosso representante vai ter uma grande responsabilidade e quem estiver lá, devemos torcer por ele, pois nosso destino está nas nossas mãos e acima de tudo nas mãos de quem assumir o poder, independentemente de tudo.




Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr. Honoris Causa em Literatura


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui