Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
109 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56597 )
Cartas ( 21127)
Contos (12497)
Cordel (9854)
Crônicas (21848)
Discursos (3121)
Ensaios - (9994)
Erótico (13199)
Frases (41604)
Humor (17726)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137016)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4492)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Ideias Para Evitar Fechamentos de Livrarias -- 30/10/2018 - 16:38 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Ideias Para Evitar Fechamentos de Livrarias
Nos últimos dias, fechamentos de livrarias famosas tem abalado a economia do mundo inteiro.
Especialistas dizem que a culpa é da população que não gosta de ler e fica a maioria do tempo com os olhos nos celulares.
Desde o começo do século vinte e um, várias pessoas deixaram de entrar em livrarias. O problema é que a livraria, deste século, não pode ser um lugar apenas para vender livros.
No ano 2000 uma amiga, que não direi o nome porque já faleceu, tinha uma revistaria e livraria, com livros novos e usados, de porte médio. Ao ver que o número de clientes estava reduzindo, ela me pediu conselhos. Assim disse a ela que poderia aproveitar que vendia material escolar e também oferecer objetos para festas infantis. Além da possibilidade de alugar o local para eventos e se vestir de personagens para animar as festas. Também aconselhei a moça para vender equipamentos eletrônicos e abrir uma pequena lanchonete no local. Além disto, falei à comerciante abrir espaço para saraus com escritores e artistas desconhecidos porque, desta forma, eles consumiriam os alimentos e produtos ofertados no local.
Outro detalhe importante é que as editoras deveriam publicar, gratuitamente, livros de blogueiros e youtubers que fazem sucesso na Internet. Pois as pessoas buscam, voluntariamente, o que desejam ler nas redes sociais. Assim vale a pena investir nestes artistas de Internet.
Eu, por exemplo, fui convidada para escrever o livro, Lendas Curitibanas, graças às redes sociais. Pois antes só fazia repentes em saraus gratuitos.
Por isto, o marketing digital, é fundamental para que um comércio continue de pé.
No caso da minha amiga, da livraria, seu estabelecimento só fechou em 2015 com o falecimento dela.
A livraria, do século vinte e um, precisa ser antes de tudo uma casa de shows, com comida e luzes, que abre portas para artistas desconhecidos que, de alguma forma consumirão seus produtos e atrairão mais clientes. Este estabelecimento também precisa ser um local de paquera e descontração.
Afinal, você que curte livros e artes, já pensou em encontrar sua alma gêmea em uma livraria?
Numa livraria não rola bebidas pesadas e nem música em som infernal. O máximo que rola é coquetel com refrigerantes e banda tocando acústico. Então a probabilidade de encontrar alguém compatível seria alta.
Você, dono de livraria, já pensou em transformar o seu estabelecimento num local onde as pessoas se encontram e ainda pagam para isto?
Pensem bem, porque um dos segredos do comércio é unir o útil ao agradável.
Inclusive, minha amiga que teve livraria, realizou um casamento, dentro do seu estabelecimento, de duas pessoas que se conheceram num evento lá. Ainda, por cima, foi bem paga para isto.
Nestes tempos de solidão unir livros e amores é uma Arte.
Luciana do Rocio Mallon







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui