Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
96 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56894 )
Cartas ( 21134)
Contos (12535)
Cordel (9881)
Crônicas (21940)
Discursos (3123)
Ensaios - (10027)
Erótico (13216)
Frases (41930)
Humor (17821)
Infantil (3614)
Infanto Juvenil (2347)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137238)
Redação (2891)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4538)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Imigrantes no Mosteiro Bidiônico -- 10/01/2019 - 12:04 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Imigrantes no Mosteiro Bidiônico

Segundo o último senso demográfico Bidiônico, haviam ingressado mais de 200 imigrantes vindos de diversas partes do mundo. Eram basicamente, cidadãos fugidos de áreas de conflitos religiosos, políticos e por disputas de território que chegavam às portas do Mosteiro. Ainda não havia sido implantada a política de controle de imigração no regime Bidiônico, o que forçou uma ação imediata por parte do eunuco e Major Lalá para conter os ânimos acirrados pela disputa de poder por parte da oposição. Eles usavam a estratégia de que os imigrantes por serem de outras culturas, de outros tipos de regime político, econômico e infraestrutura social, representariam uma ameaça ao sistema com repercussão nas áreas de saúde pública e segurança no território do Mosteiro. Então, a Major Lalá e o eunuco levaram a questão ao Padre Bidião que se encontrava em retiro espiritual após a polêmica entrevista sobre o regime tributário Bidiônico. Estava tão imerso no aprimoramento espiritual que foi preciso Lalá soltar um pequeno artefato junino na porta do claustro para que ele pudesse retornar aos fatos reais que lhe seriam apresentados pela dupla acessora. Padre Bidião ao ouvir o barulho, sentiu os olhos e o coração saltarem de seus espaços orbitários e cardíaco, respectivamente com aumento notório da frequência cardíaca, o que provocou uma arrtmia cardíaca no pobre sacerdote. Rapidamente se refez do susto e ouviu o relato sobre os imigrantes e a insurgência de conflito provocado por opositores que eram cidadãos bidiônicos. Convocou uma reunião do Ministério com a participação de todos os membros do clero. Ao final, tendo em vista a filosofia bidiônica, ficou aprovado que os imigrantes seriam acolhidos independente de crença, cultura, questão política ou mesmo socio-econômico. Os opositores planejaram então um golpe para a queda do regime Bidiônico no Mosteiro sob o comando das forças nórdicas, com o aval do regime jurídico e parlamentar paralelo à Constituição Bidiônica. Não deu outra. A nação bidiônica viu-se envolvida numa verdadeira guerra pela disputa de poder. Mas ao final de tudo, ganhou a filosofia do regime Bidiônico de paz, amor, solidariedade e fraternidade entre os irmãos bidiônicos que fez com que os opositores repensassem sobre o assunto, uma vez que a grande maioria deles, também era de imigrantes, porém de memória curta.


Palavra da Salva Ação!!!

Fatos descritos por este sacerdote

Padre Bidião
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui