Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
33 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56722 )
Cartas ( 21160)
Contos (12582)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8935)
Erótico (13377)
Frases (43194)
Humor (18334)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2596)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137947)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Meu Desabafo compartilhado -- 12/08/2019 - 00:41 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

FICO IMPRESSIONADA  com a forma como muitas pessoas conseguem continuar “super focadas” em questões realmente pouco importantes, frente a situação política do Brasil. Não se trata (só) de pensar em partidos políticos, se voce simpatiza, pertence ou odeia algum. É mais profunda a questão: se voce nunca quis acompanhar nenhum partido político, ou mesmo é daquelas pessoas que afirma “não gostar de política” (acreditando que a política só tem a ver com os outros e que ela limita-se a espaços do “Poder” onde decisões são tomadas que nunca vão lhe afetar), mesmo assim, se voce pertence a esse grupo de pessoas...é muito estranho perceber que HOJE consiga continuar a fechar os olhos sobre tudo o que está acontecendo.

É claro que todos os setores de nossas vidas , desde as questões domésticas até as profissionais, a saúde, os projetos pessoais e coletivos, tudo, absolutamente tudo que construímos da forma que for, tem importância- ninguém seria idiota a ponto de negar isso.

Hoje, o presidente do Brasil é um sujeito que não possui relativa informação ou conhecimento sobre as principais questões que, mais cedo ou mais tarde, terão efeito sobre as vidas de TODOS e de nossos descendentes. 

Na verdade, ele não entende das principais questões que afetam o MUNDO, começando pela situação do planeta , recursos naturais e estragos que andamos fazendo com nossa Terra : resumindo, a “simples” - mas muito complicada e extremamente importante questão AMBIENTAL e tudo relacionado a isto- assunto que até hoje as escolas tentam (esperemos que continuem!) mostrar às crianças de forma a ser compreendida como ponto básico da educação de um cidadão desde cedo- até este fundamental assunto é ignorado em profundidade pelo sujeito que, votado pela maioria dos brasileiros, pretende ser reconhecido como representante da Nação.

As suas atitudes mostram como prende-se à aparência de tudo, sem a mínima visão analítica e informativa que pudesse fornecer base para discutir minimamente com quem apenas lhe faz uma pergunta…

Então, mesmo que eu continuo indo ao supermercado, cuidando dos meus gatos, enfiando minha cara no conhecimento que sempre falta-me em alguma medida para poder cumprir meu (atual) papel de professora de espanhol da melhor forma possível, que continuo a me importar com o sabão em pó que uso na roupa, que adoro ver séries na tevê quando sobra um tempinho, que quero sim emagrecer, fazer uma alimentação saudável, fazer exercício físico; e nem sempre consigo, que penso em todos os momentos no meu filho, meus sobrinhos, minhas pessoas queridas, nos seus aniversários e em não esquecer as datas, que preocupo-me com o preço das verduras, com os horários em que preciso deixar o carro e voltar de ônibus...ou seja: preocupo-me com tudo que faz parte de minha vidinha de pessoa comum que sou...mas.. NÃO DÁ PARA IGNORAR O QUE ESTÁ OCORRENDO, PORQUE A LONGO PRAZO  EU REALMENTE ACREDITO QUE PODEREMOS ADOECER MUITO RÁPIDO, SENÃO FISICAMENTE, MENTALMENTE, POR PERTENCER A UMA SOCIEDADE QUE VALORIZA O “QUANTO MAIS PARA MIM e para meus familiares MELHOR”

Sim… eu realmente acredito que em algum momento ADOECEREMOS  (leia a análise de Eliane Brum em : https://brasil.elpais.com/brasil/2019/08/01/opinion/1564661044_448590.html)

se acreditamos que  o melhor em qualquer situação é pensar “PRIMEIRO EU- OS OUTROS QUE -SE-DANEM”, QUE AFIRMA DE VÁRIAS FORMAS direta ou indiretamente- através de seus “representantes” que o bom é salvar de qualquer coisa a própria pele PORQUE O OUTRO,  se não “salva a sua” é porque não quer ou não se esforça...e pior...se por causa do medo de tirar a cabeça de dentro do buraco na areia e passar a se informar, ainda acreditamos que nada temos nós com quem ocupa uma cadeira na câmara dos deputados, no senado, na câmara municipal...que votar ainda é fazer isso “para não pagar multa” e que votarei em quem estiver à frente nas pesquisas “para não perder meu voto”...eu creio mesmo que pertencer a grupos que acreditam nisso é estar ficando...doente ou, no mínimo... BURRA. Nesses casos estamos sim ficando burros, ignorantes e pobres “de espírito”. De nada adiantará frequentarmos igrejas e pedir a um deus inventado por nosso medo, para que dê um jeitinho nas coisinhas minúsculas de nossas miseráveis  existências arrogantes… É claro que o modelo do sapato, do tênis, do casaco, são coisas importantes ( se a roupa que usas te machuca, te incomoda, o teu dia vai ser menos produtivo...)e etc…) mas é de ficar pasma, quando as pessoas continuam achando que essas questões estão acima da sua própria informação sobre o destino que os pretensos “representantes” querem dar ao País como se isso não nos afetasse...achar que “tudo isso não me diz respeito e não me atinge” é, no mínimo, uma doença grave : a doença de acreditar-se avestruz!!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 19 vezesFale com o autor