Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55051 )
Cartas ( 21061)
Contos (12130)
Cordel (9565)
Crônicas (21226)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39980)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135727)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->LUÍS CORREIA -- 11/11/2003 - 23:35 (Adrião Neto) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
LUÍS CORREIA

J. Nascimento

Numa combinação simétrica dos ventos,
coqueirais com palmas esvoaçantes,
parecem dançarinas, em lindos movimentos.
Compelidos por mar encapelado,
cocos caídos, lado a lado
vêm surgir os seus rebentos.

Assim nasceu Amarração...
Minha terra, terra do Adrião,
que pisa hoje nessa alva areia.
Não posso te esquecer jamais,
embora com nomes desiguais,
reverencio-te Luís Correia.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui