Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
52 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56824 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10011)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8953)
Erótico (13387)
Frases (43341)
Humor (18382)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138023)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4765)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->COM CORES E ROSTOS DE LUZ -- 24/09/2004 - 04:03 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
COM CORES E ROSTOS DE LUZ

Jan Muá

23 de setembro de 2004



Os objetos aqui expostos

Não são objetos de arte abstrata

Não foram moldados por escultores nem por escolares acadêmicos

Não saíram de oficinas nem de desenhos dos mestres

Não carregam tarjetas nacionalistas

Nem cores de bandeiras

Não cantam hinos nacionais

Não são imóveis em museu

São objetos naturais

Com eles está a vida e a história da terra

São como duendes misteriosos do mundo

Em parte são molduras

Em parte quadros concretos com linhas de serra geral

Ou curvas ondeadas de colinas

Ou caules vitais de árvores

Ou cursos serpenteados de rios

Ou quedas de água

Ou vales

Ou pomares

Ou campos

Ou panoramas

São objetos de lugar certo

Identificados em seus rostos de luz

São destacada companhia

No vasto planeta onde sobram os humanos

Na busca do segredo existencial

Que os mantém vivos.



Jan Muá

24 de setembro de 2004
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 633 vezesFale com o autor