Usina de Letras
Usina de Letras
74 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48250)

Humor (19552)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4179)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139360)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



A. ARIETTO
Destaque esse autor
Site:
Perfil:
ARIETTO é o pseudônimo do escritor
Leonardo de Oliveira Teixeira, (ver na letra L)
página pessoal: http://sites.uol.com.br/leoolite/personalidades/

É poeta e contista, residente em Goiânia, foi criado em Goiânia, apesar de conhecer o interior do Estado e convivido com o ambiente de Brasília. Em lugares tão distintos descobriu a arte da palavra, e se encantou. Declara-se um soldado humilde, que anda armado de palavras, faz delas o ofício árduo e fiel patriotismo. É funcionário público estadual, formado em Direito pela Universidade Federal de Goiás em 2002. Membro da sociedade dos poetas pensantes (www.geocities.com/spoetaspensantes). Já trabalhou com desenhos. Ganhou em 1990, quando tinha 11 anos, um prêmio de pintura em muro (categoria mirim).
Dentre os principais projetos literários há o livro "Contas de Palavras" que já contém 25 contos, dentre eles, cinco foram premiados em concursos de literatura. Quatro deles em primeiro lugar.

Premiações: Conto: Afinadores de Piano (Prêmio Célia Câmara - o melhor da literatura, dentre contos e poemas, pelo XI Concurso Sesi Arte e Criatividade, em 06/11/01
Conto: O Relógio da Vida (Prêmio "Escritores e Escritoras de Ouro", em agosto de 2001, realizado pela Casa do Novo Autor Editora Ltda (São Paulo – SP) e pela Litteris Editora (da revista CULT) como um dos dez melhores dentre cerca de 3.000 contos, feitos por 1.090 autores brasileiros, a integrar a coletânea “Escritores e Escritoras de Ouro”.
Conto: Magia Marítima (Premiado pelo "Concurso Caminho das Palavras", realizado pela internet, em Curitiba (Paraná), em 18/09/01.
Conto: "As três moedas do meu silêncio" foi escolhido como o segundo melhor a participar da coletânia "LUZ E SOMBRA", resultado do "VIII Concurso Internacional Literário de Primavera", realizado em São Paulo, em 11/12/01 com mais de 1350 trabalhos, dentre contos, poesias, crônica, teatro e conto infantil. Foram participantes os países: Brasil, Argentina, México, Portugal, Peru, Espanha, Áustria e Colômbia. O prêmio consiste na participação da coletânea nominada "Luz e Sombras", de circulação internacional.
Poesias: a obra "Mergulhando no Pensamento: BRASIL, O POEMA CRÍTICO", foi premiado pela Sociedade dos Poetas Pensantes - http://www.geocities.com/spoetaspensantes; (e-mail: sopop@bol.com.br) ONG Brasileira, na Categoria Poesia, tendo sido escolhido dentre 2.813 obras inscritas

REPORTAGENS: Em vários jornais sediados em Brasília saíram notas sobre o lançamento do livro "Mergulhando no Pensamento: Brasil, O Poema Crítico" e/ou resenhas e entrevistas, tais como no Correio Brasiliense, Jornal de Brasília, DF Notícias, Jornal da Comunidade, dentre outros jornais. Circulação Nacional: Gazeta Mercantil - resenha e nota sobre o lançamento do livro em Brasília. Circulação Internacional: Ciência e Cultura (de circulação internacional, Itália, Portugal, Espanha, Angola, dentre outros países) - pequena resenha do livro. Reportagens locais: Divulgação do resultado do XI Concurso Sesi Arte e Criatividade, onde o escritor ganhou o Prêmio Célia Câmara - o melhor da literatura, dentre contos e poemas - em 08/11/01 (ver no site www.opopular.com.br - clique em ANTERIORES) com o conto "Afinadores de Piano", reportagem entitulada Talentos Reconhecidos no caderno 2 do Jornal O POPULAR. Nota sobre elogios da literatura de Leonardo Teixeira no 4º Encontro Nacional de Literatura Pós-Moderna em São Paulo, na coluna de Arthur Rezende no Jornal O Popular e entrevista (matéria de capa do caderno 2, entitulado "Revelação Literária", do Jornal O Popular, no dia 04/01/2002).

ELOGIOS de várias pessoas foram dadas ao escritor Leonardo Teixeira, dentre eles, a professora Goiandira Ortiz de Camargo, da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás, doutora em Literatura pela UFRJ, o professor e crítico literário Humberto Milhomem, o professor Marcelo Santos, especialista em Letras pela UNB, o crítico literário Alan Müller, o escritor Murilo Moreira, o crítico literário e escritor Silva Muzi, o premiadíssimo escritor e jornalista Valdivino Braz, o renomado escritor goiano Bariani Ortêncio, Cláudio Mozart Ferraz (Professor de Literatura de São Paulo), o premiadíssimo escritor reconhecido internacionalmente Delermando Vieira, o grande escritor Geraldo Coelho Vaz, dentre outras pessoas.



Currículo Resumido e Crítica (página pessoal)
Léo Teixeira, poeta, estudante e funcionário público estadual, antigo diretor do departamento de imprensa do C.A.XI.M, da Faculdade de Direito/UFG, autor do livro "Mergulhando no Pensamento: Brasil, O Poema Crítico", editado em Dezembro de 1998, lançado no auditório nobre da Faculdade de Direito da UFG em 18/12/98; no Café com Letras, nos dias 13 e 27/09/01 em Brasília - DF; e também na sede do Ministério Público no dia 09/11/01 durante a 1ª Jornada Jurídica "A Corrupção na Administração Pública", realizado pela FESUMP (Fundação Escola Superior do Ministério Público). Atual membro da Sociedade dos Poetas Pensantes -SOPOP- vencedor de alguns concursos literários (ver abaixo). O seu livro de poesias "mostra que a juventude brasileira e goiana continua alerta e pensando os problemas nacionais, adotando uma postura crítica e atuante diante das mazelas que assolam o Brasil; armado de uma incomum sensibilidade para o social, para as pequenas coisas que tanta repercussão têm no dia-a-dia das pessoas, Léo Teixeira debruça-se sobre os mais variados assuntos,abordando-os sempre com convicção, firmeza, justiça e equidade, demonstrando arguta percepção do fenômeno social em suas poesias torrenciais, verdadeira cachoeira, jorrando saber, visão realista e sensibilidade, acentuando os contrastes que assolam o país. Léo Teixeira é especialista em poemas longos, com tom próprio para declamações acaloradas, possuindo uma verve rica para a literatura e um inigualável senso de responsabilidade e equidade, nunca dissociando da poesia, senso de quem escreve com o corpo, com alma, transformando o dia-a-dia do brasileiro em pura poesia." - Dr. Humberto Milhomem, advogado e professor em literatura.
"Léo Teixeira, como Contista, é criador de fantásticas e deliciosas histórias que sempre trazem à tona mensagens para refletir. Com um senso extraordinário da teoria bruta do conto, em seus personagens universais, uns reflexivos, intrínsecos, intimistas, outros bem diferentes. Inclusive, em alguns Contos, a ausência do espaço chama a atenção para seus interessantíssimos escritos. Realmente vale a pena lê-los" Alan Möller, contista e escritor.





Livros Publicados:

"Mergulhando no Pensamento: BRASIL, O POEMA CRÍTICO", Editora Kelps, que foi premiado pela Sociedade dos Poetas Pensantes - http://www.geocities.com/spoetaspensantes; (e-mail: sopop@bol.com.br) ONG Brasileira, na Categoria Poesia, tendo sido escolhido dentre 2.813 obras inscritas.

O livro de contos vem aí...

 
 
Destaque esse autor
 
Fale com o autor