Usina de Letras
Usina de Letras
59 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60285 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48083)

Humor (19493)

Infantil (4788)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139186)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA -- 31/05/2022 - 23:22 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA TANTO BATE ATÉ QUE FURA

João Ferreira

31 de maio de 2022

 

“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” é um ditado tradicional.

I

Formulado pela sabedoria popular há centenas de anos, em sua substância, o adágio ensina que se alguém insistir numa ideia, numa realização  ou num projeto de vida, com vontade e com fé, terá toda a possibilidade de atingir seus fins e superar os obstáculos que se atravessem em seu caminho.  

II

Em política contemporânea, este adágio tem especial aplicação. É um alerta para todo o cidadão quanto à política nacional. Em sua essência, alerta o cidadão para que fique atento à insistente corrente das fake news que têm como objetivo espalhar a  desinformação. Em especial, conforme alertam os meios de comunicação, há, hoje em dia, uma pregação pública bem conhecida, que divulga que o sistema eleitoral vigente, não é seguro e portanto não é de confiança. Essa pregação tornou-se pública pela promoção que dela fez Donald Trump nos Estados Unidos, que foi vencido por Joe Biden nas últimas eleições norte-americanas,  internacionalmente reconhecidas como eleições limpas. No Brasil, seu aluno ideológico, Jair Bolsonaro, tenta repetir a tese, divulgando-a em lives e declarações públicas. Bolsonaro, além de frequentes e insistentes ataques às urnas eletrônicas,  continua dizendo que o sistema eleitoral brasileiro é inseguro, não sendo, portanto, de confiança. É uma tática adotada previamente para se prevenir contra o resultado das eleições de outubro. Se perder, sua tendência será  rejeitar os resultados, com base na antecipada teoria por ele defendida (sem provas) de falta de segurança das urnas eletrônicas.

A propósito, o cidadão brasileiro sabe que as urnas têm sido usadas em todas eleições dos últimos anos no Brasil, sendo testadas em cada eleição. O TSE tem aproveitado as últimas tecnologias da informação e segurança  e o sistema nunca foi contestado antes. O Superior Órgão Eleitoral Brasileiro tem mobilizado políticos e tecnólogos para testemunhar e reforçar essa segurança. Os testes de segurança são públicos e assistidos por comissões de alto gabarito.

O alerta político que flui do adágio acima colocado e que faz o tema desta breve nota, é o seguinte:

Primeiro é importante que o cidadão conheça o que está sendo pregado e confronte essa pregação com a realidade das coisas. É preciso cuidado com pregações desinformadas, intencionalmente lesivas da seriedade com que os órgãos institucionais brasileiros lidam com a segurança do sistema eleitoral brasileiro.

III

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Verdade¿ Sim. Verdade !!!

Em março de 2022, segundo pesquisa da Datafolha, 82% dos brasileiros consultados declararam que as urnas eram seguras.

Agora no mês de maio de 2022, depois de muitas pregações bolsonaristas pondo em dúvida o sistema eleitoral brasileiro, o efeito da pregação sobre as massas já alterou os resultados. No referido mês, apenas 73% acharam que o sistema eleitoral brasileiro é seguro.

“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”¿

Sim. Vejam um caso concreto da verdade do adágio.

 Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Fura porque enche, porque satura, porque agride, porque estonteia, porque abusa. Abusando, termina por cansar, por influenciar decisões, por dobrar vontades, por abusar da ignorância e espalhar a desinformação.

 

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 75Exibido 60 vezesFale com o autor