Usina de Letras
Usina de Letras
50 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59671 )

Cartas ( 21255)

Contos (13330)

Cordel (10321)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9538)

Erótico (13486)

Frases (47222)

Humor (19421)

Infantil (4628)

Infanto Juvenil (3940)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138785)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5662)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->À ÚLTIMA FLOR DO LÁCIO INCULTA E BELA -- 01/09/2021 - 09:13 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Palavra que vira moda

Torna-se feia e cansativa

Às vezes perde o sentido

Esquecem-se alternativas

O uso fica obrigatório

Até mesmo em evasivas

 

Hoje tudo é NARRATIVA

Sumiram com a mentira

Receita virou protocolo

De todos está na mira

Janela de transferência

Também a muitos inspira

 

Genocida está na moda

Mas já foi bem deturpada

Só usada para atacar

Quem é contra a petralhada

Não serve para quem matou

Por obras superfaturadas.

 

Tem palavras que sumiram

De tanto ficar surrada

Evento é uma delas

Que nunca mais foi usada

Emblemático está saindo

Pouco a pouco das paradas.

 

Em toda e qualquer conversa

Pra mostra conhecimento

Tais palavras são usadas

E causam grande tormento.

Delas mudam o sentido

Contrário ao conhecimento.

 

Ninguém quer ficar de fora

Deste modismo nojento

Que SEGUE pelo país

Tornando o povo jumento

Agora inventaram “neutrx”

A frescura do momento

 

Mas última flor do lácio

Nossa inculta e bela

Resiste bravamente

A toda essa querela

E a cada dia que passa

Sofre com a corruptela

 

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, SETEMBRO/2021

 

Comentarios

Cleodon  - 10/09/2021

Amigão, muito bom! Admiro sua disposição na abordagem de temas controversos como o do presente cordel. Aliás, Olavo de Carvalho, o filósofo, já dizia numa frase: "O xingamento serve precisamente para aquelas ocasiões, onde responder delicadamente é compactuar com o intolerável" - Abraços

Perfil do AutorSeguidores: 25Exibido 135 vezesFale com o autor