Usina de Letras
Usina de Letras
67 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60283 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48078)

Humor (19493)

Infantil (4786)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139180)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->FIGURAS DE LINGUAGEM -- 01/12/2021 - 10:39 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

As figuras de linguagem

Embelezam nossos textos

E às vezes são usadas

Para mudar um contexto

Como também têm seu uso

Pra encobrir um pretexto.

 

Assíndeto, polissíndeto

Figuras de construção,

Temos elipse e zeugma

Ao se falar em omissão.

Anacoluto, pleonasmo,

Hipérbato inversão.

 

Encerram essas figuras

A silepse e anáfora

Essa é o passado

O futuro é catáfora

São figuras de palavras:

Comparação e metáfora

 

Catacrese, metonímia

Sinestesia, antonomásia

São as figuras sonoras:

Assonância, paronomásia,

Desconhecer tais figuras

Não nos leva à eutanásia.

 

E nas figuras sonoras

Ainda há na composição

Som da onomatopeia

Repetir na aliteração.

Figuras de pensamento

Abaixo estruturação:

 

Antítese termos opostos.

Quando se tratar de ideia,

Aí se tem um paradoxo.

A velha prosopopeia

Dá vida ao que não tem.

Nunca use a verborreia,

 

Mas busque o eufemismo

Quando quiser ser sutil

Ou a ironia pra mandar

Um à puta que pariu.

Mas pode ser a hipérbole

Se não quiser ser gentil.

 

Para dar ritmo crescente

Gradação se recomenda

Apóstrofe é chamamento

Use-o nas oferendas.

Pra quem gosta de escrever

As figuras são uma prenda.

 

 

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, OUTUBRO/2021

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 25Exibido 276 vezesFale com o autor