Usina de Letras
Usina de Letras
63 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60283 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48078)

Humor (19493)

Infantil (4786)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139180)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->"VOU TOMAR UMA VACINA PARA NÃO PASSAR VERGONHA" -- 06/01/2022 - 13:35 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Por aí tem muitos drogados

Falando mal do presidente

Gente bastante indecente

Que até nos chamam de gado

Mas não passam de safados

Que vivem cheirando cocaína

Homem que se acha menina

E nos outros bate bronha

Vou tomar essa vacina

Para não passar vergonha

 

Tem uns “artistas” famosos

Que o seu papel inverte

Mas o povo os adverte

É melhor ser gado do Bozo

Do que idiota raivoso

Que é contra a cloroquina

Para receber propina

Na cueca ou numa fronha

Vou tomar essa vacina

Para não passar vergonha

 

“Vai tomar no cu, Bolsonaro.”

Gritou a “artista” no palco

Depois de cheirar muito “talco”

Que até perdeu o faro

O carretel ficou no aro

Acabaram com suas narinas

A xoxota virou piscina

Agora só usa fronha

Vou tomar essa vacina

Para não passar vergonha

 

 

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, JANEIRO/2022

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 25Exibido 213 vezesFale com o autor