Usina de Letras
Usina de Letras
63 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60285 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48083)

Humor (19493)

Infantil (4788)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139186)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Discursos-->O comovente discurso do Presidente Lincoln em Gettysburg -- 03/06/2022 - 11:19 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Four score and seven years ago our fathers brought forth on this continent, a new nation, conceived in Liberty, and dedicated to the proposition that all men are created equal.

Now we are engaged in a great civil war, testing whether that nation, or any nation so conceived and so dedicated, can long endure. We are met on a great battle-field of that war. We have come to dedicate a portion of that field, as a final resting place for those who here gave their lives that that nation might live. It is altogether fitting and proper that we should do this.

But, in a larger sense, we can not dedicate—we can not consecrate—we can not hallow—this ground. The brave men, living and dead, who struggled here, have consecrated it, far above our poor power to add or detract. The world will little note, nor long remember what we say here, but it can never forget what they did here. It is for us the living, rather, to be dedicated here to the unfinished work which they who fought here have thus far so nobly advanced. It is rather for us to be here dedicated to the great task remaining before us—that from these honored dead we take increased devotion to that cause for which they gave the last full measure of devotion—that we here highly resolve that these dead shall not have died in vain—that this nation, under God, shall have a new birth of freedom—and that government of the people, by the people, for the people, shall not perish from the earth.

Abraham Lincoln

 

 

 

 

Quatro vinte e sete anos atrás, nossos pais criaram neste continente uma nova nação, concebida na Liberdade e dedicada à proposição de que todos os homens são criados iguais.

Agora estamos engajados em uma grande guerra civil, testando se aquela nação, ou qualquer nação assim concebida e tão dedicada, pode perdurar por muito tempo. Encontramo-nos num grande campo de batalha dessa guerra. Viemos dedicar uma parte desse campo, como um lugar de descanso final para aqueles que aqui deram suas vidas para que aquela nação pudesse viver. É totalmente apropriado e apropriado que façamos isso.

Mas, em um sentido mais amplo, não podemos dedicar - não podemos consagrar - não podemos santificar - esse solo. Os bravos homens, vivos e mortos, que aqui lutaram, consagraram-na, muito acima do nosso pobre poder de acrescentar ou diminuir. O mundo pouco notará, nem se lembrará por muito tempo do que dizemos aqui, mas jamais poderá esquecer o que fizeram aqui. Cabe a nós, os vivos, antes, sermos dedicados aqui à obra inacabada que aqueles que lutaram aqui tão nobremente avançaram. É antes para nós estarmos aqui dedicados à grande tarefa que nos resta – que desses mortos honrados recebamos maior devoção àquela causa pela qual eles deram a última medida de devoção – que nós aqui resolvemos altamente que esses mortos não morreram em vão - que esta nação, sob Deus, tenha um novo nascimento de liberdade - e que o governo do povo, pelo povo, para o povo, não pereça da terra.

-Abraham Lincoln

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 26Exibido 48 vezesFale com o autor