Usina de Letras
Usina de Letras
54 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4179)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->PESADELO -- 01/08/2022 - 23:41 (Renato Souza Ferraz) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

PESADELO

Renato Ferraz

 

É madrugada!

Um silêncio profundo me faz sentir bem.

O clima está agradável. Nesse instante, eu despertei de um sonho e me juntei a outros notívagos espalhados por aí

Que também devem estar pensando.

Resolvi relembrar o que sonhei...havia muitas nuvens escuras

Como se estivessem estacionadas.

No sonho, que aliás, parecia mais um pesadelo

Eu assustado perguntava por que tantas nuvens negras

Pairadas sobre nós. Parecia que se preparava uma tempestade

Com o iminente perigo de destruição.

Uma voz que parecia ler meu pensamento,

respondeu:

--É, não foi por falta de aviso!

Chega uma hora em que a natureza perde a paciência e reage

Faz tempo que as florestas perderam o verde para a fumaça.

Os nativos foram expulsos de suas casas. Tudo foi ignorado e passou a ser normal.

Há uma degradação tresloucada. O desastre apenas foi antecipado. O furacão acontecerá, perdeu-se o pudor!

Com os índices de civilidade depauperados, convém se repensar as escolhas, para que a harmonia volte e um novo tempo possa surgir com equilíbrio e sabedoria.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 4Exibido 48 vezesFale com o autor