Usina de Letras
Usina de Letras
44 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60374 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9719)

Erótico (13520)

Frases (48266)

Humor (19559)

Infantil (4832)

Infanto Juvenil (4183)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139383)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5813)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Felipão: o guerreiro da nação -- 28/07/2002 - 01:13 (Adriane) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Felipão: o guerreiro da nação





Um técnico como outro qualquer, mas diferente dos outros, um guerreiro. Uma pessoa humilde e atenciosa à família. Um professor que fala duro quando tem de falar, brinca quando dá para brincar. Um técnico bravo como um touro, mas ao mesmo tempo, feliz e engraçado como um palhaço.

Fez a maior parte do povo brasileiro queimar a língua e desejá-lo definitivamente como técnico da seleção. Um homem de ouro que nos deu um presente excepcional: o penta. Fez do povo

desacreditado, um povo orgulhoso. Fez da fé, uma corrente de união. Fez da bandeira brasileira, a bandeira representativa do futebol.

Fez da garra e da determinação, uma vitória. Fez da seleção, jogadores talentosos e campeões . Fez da bola, uma taça inesquecível. Fez do estádio, uma pátria chamada Brasil. Fez da camisa verde e amarela, uma camisa eternamente campeã. Fez do

futebol, um esporte limpo e sem violência. Fez da técnica e do espírito de vitória, uma nova estrela para a coleção. A estrela do

penta.

Mostrou que Romário não faria falta na seleção e que o fracasso das eliminatórias, não colocaria em risco a vitória brasileira. Um homem consciente das suas obrigações e deveres.

Mostrou que é o técnico da seleção e que seus princípios devem ser respeitados. Através dos olhares atentos, das mãos trêmulas, dos

gestos estratégicos e dos gritos enlouquecidos, ensinou a seleção a ser penta campeã. Fez do silêncio e da aflição, um grito de gol. Um

homem que fez a esperança reacender nos nossos corações e o otimismo novamente irradiar nos olhos sorridentes de cada brasileiro. Um homem que não só nos trouxe a estrela do penta,

como também mostrou ao mundo inteiro, onde encontra-se a verdadeira paixão pelo futebol. Um homem chamado Luis Felipe Scolari, o guerreiro da nação.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui