Usina de Letras
Usina de Letras
69 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60342 )

Cartas ( 21288)

Contos (13385)

Cordel (10358)

Cronicas (22275)

Discursos (3191)

Ensaios - (9711)

Erótico (13520)

Frases (48222)

Humor (19544)

Infantil (4823)

Infanto Juvenil (4171)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139323)

Redação (3114)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5804)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Fim de Tarde -- 23/02/2005 - 17:35 (Arthur Nogueira Lazaro) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Fim de Tarde



Serias forte o bastante se o golpe não fosse forte

Como sereno seria a noite em momentos de silencio

Mas brisa passageira só deixa marcas leves

Em cobertores velhos que não mais esquentam

Egos congelados de filosofias banais.;

Serias como o grito estridente solto em portas fechadas

E ganharias a repulsa de uma eterna solidão

Corrimão de uma escada sem fim

E o final da escada ainda está longe.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui