Usina de Letras
Usina de Letras
51 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Discursos-->OS PILLARES DE CIRO -- 24/07/2002 - 05:04 (Amaso Nib Nedal) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Pillar acelera atuação ao lado de Ciro e rejeita "besteira de primeira-dama"

Rodrigo Miotto
Ciro Gomes e Patrícia Pillar no evento desta terça-feira em São Paulo

01:42 24/07
Rodrigo Miotto, repórter iG em São Paulo

Após organizar dois eventos de apoio a Ciro Gomes (PPS) com a participação do meio artístico, a atriz Patrícia Pillar já está preparando mais um, desta vez com a presença de esportistas brasileiros. A data da reunião, que deve ocorrer no Rio de Janeiro, deve ser definida ainda nesta semana.


A namorada do candidato à Presidência tem imprimido um ritmo acelerado na participação da campanha. Além dos eventos, ainda tem acompanhado Ciro por diversos comícios. Foi assim na semana passada, quando esteve no norte do País.

Nos intervalos dos eventos de campanha na região, fazia telefonemas para
garantir um bom número de participantes no encontro de Ciro com artistas
nessa terça-feira, em São Paulo. Do 1,2 mil convidados, 400 compareceram.

Patrícia é modesta ao falar de sua contribuição na campanha. A ascensão de Ciro se deu num momento em que ela reforçou a aparição ao lado do candidato, além de participar dos programas partidários de junho da Frente Trabalhista, decisivos para a subida do ex-ministro nas pesquisas.

Para ela, a ação do PSDB que tirou Ciro dos comerciais do PTB em junho
acabou tendo efeito contrário ao do esperado. "Acho que, quando proibiram o Ciro de falar na televisão, isso causou um certo constrangimento. Cheguei lá (na TV) apenas para informar o que estava acontecendo. Acho que foi muito mais essa questão do que propriamente minha participação", afirmou nesta terça-feira, ao fim do encontro com os artistas.

A atriz, entretanto, reconhece que, durante os 20 anos de carreira,
construiu uma "certa credibilidade". "Eu acho que as pessoas, de certa
forma, confiam em mim. Isso é uma coisa que construí ao longo de minha vida, de minha carreira. Fico contente por saber que as pessoas confiam em mim."

Patrícia deve aparecer novamente na TV no horário eleitoral gratuito, que
tem início em agosto. "Estou às ordens", avisa.

Apesar de ter o mesmo discurso de Ciro em relação às pesquisas - "não se
deve acreditar muito" -, Patrícia diz que o crescimento do candidato foi
"merecido". Mas nada de pensar "nessa besteira de primeira-dama". "Eu gosto é de trabalhar", resume.



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui