Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60346 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4824)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139334)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5808)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->REPOUSO E PRECE -- 31/01/2000 - 21:45 (antonio temoteo dos anjos sobrinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
REPOUSO E PRECE








É tarde, eu me deito, a coberta me aquece,


é a hora que a prece


se achega ao meu peito


e o corpo penoso, já inerte e cansado,


repousa curvado,


deitado no leito.





Minha alma contrita, em silêncio, defesa,


com rasa leveza


quer se aconchegar,


discreta, sem pressa, com muito cuidado,


quer dar seu recado,


com Deus quer falar.





Rogar seu desvelo, na justa medida,


que sara a ferida


me enfuna em sua luz


e em preces ungidas da crença mais bela


na fé que revela...


dormir com Jesus.





Falar-lhe da bênção, da pele, da cor,


do verde, do amor,


da paz, da agonia,


dos olhos que enxergam, da mãe a ternura,


do filho a ventura


de ter alegria.


Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui