Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4178)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Rubro -- 07/05/2005 - 22:52 (Arthur Nogueira Lazaro) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Seria ingenuidade manter um jeito conservador

Impregnar pensamentos de possibilidades

Imaginar situações presentes e futuras,

Mas a idéia de mesmo não te ver

Deixa a saudade presente nos cantos mais esquecidos.;



Pintar o céu de azul em dias totalmente cinzas

É encontrar seu sorriso timido em cada gota de tinta

E encarar realidades a tanto tempo esquecidas

E tirar a ferrugem de sentimentos secretos.;



Abrir a janela do quarto é deixar a luz dos seus olhos entrar

E mesmo quando a vida está próxima de ser jogada fora

O sorriso timido que de seu rosto manufatura

Joga a corda de sobrevivencia que tudo de volta tras

Seja bem vinda Fenix e suas chamas de fogo.



Quando toda a noite escura chegar

Nada temerei diante do rubro de seus cabelos

Quando o dia de sol chegar

Seu colo meu repouso encontrará

Quando o amor em minha porta chegar

É que você que vou amar.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui