Usina de Letras
Usina de Letras
27 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->LEI SECA III -- 02/08/2008 - 18:28 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Não é paranóia minha,
mas me dar preocupação
o governo se empenhar
pra lei seca ter edição.
pois vai de encontro a tudo
que diz a Constituição.

A Superinteressante,
Reportagem da semana,
diz que trepar mata muito.
Olha outra fonte de grana..
Portanto, muito cuidado
Com essa lei bem tirana.

Se por dezoito mil mortos
Uma lei já foi editada,
Para onze mil também
Poderá ser cogitada.
Aí a turma que fode,
Se masturba está ferrada.

O governo vai inventar
detector de trepada,
de masturbação, até
mesmo duma boa chupada.
Taxar foda, cortar pomba.
Xoxota será lacrada.

Se tudo que causa morte
o governo for proibir,
devia cigarro então
fabricar não permitir.
Se voltar para o Nordeste
A fome aqui impedir.

Acabar com traficantes,
Com o craque a cocaína.
Com todas armas de fogo
também com a heroína
que vicia, mata os jovens
nos causa grande ruína.

Deveria se preocupar
com prostituição infantil.
Nos dar mais educação.
Criar mais emprego. Viu!
E disso que precisamos
Para melhorar o Brasil.

Acabar com a corrupção
também com impunidade.
Pois nossas leis mais parecem
Proteger uma irmandade.
Não ficar só praticando
O que é futilidade.

Henrique César Pinheiro
FORTALEZA, AGOSTO/2008
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 874 vezesFale com o autor