Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->PRA QUE PLÁSTICA PARA TER CARA NOVA II. -- 18/01/2009 - 16:25 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Nosso corpo é a nossa prisão.
Num espelho ele é refletido,
Que no tempo vai sendo esculpido,
Afetando o pulmão, o coração,
Do cacete vai tirando o tesão
E o tempo é sempre cruel demais.
Nem que se apele para o satanás,
Quando se está com o pé na cova,
Pra que plástica pra ter cara nova,
Se a pomba não é mais de rapaz?

Todo mundo quer ter corpo sarado.
Desespero pra se estar em forma.
Isso da vida até se tornou norma
Com a plástica peito é tratado
O traseiro também é reformado.
Mas se tudo na vida é fugaz
Quando a pomba deixa de ser tenaz
Operar a cara o pau não renova.
Pra que plástica pra ter cara nova,
Se a pomba não é mais de rapaz?

No Brasil tornou-se uma obsessão
Fazer plástica e pôr silicone;
Verdadeiro arrastão de um ciclone.
No país, com indústria da operação,
Opera-se de gripe e de sezão.
Cara velha que não mais satisfaz,
e com um pau que não é tão voraz
também não é mais uma caçarova.
Pra que plástica pra ter cara nova,
Se a pomba não é mais de rapaz?

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
PACOTI, JANEIRO/2009
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 655 vezesFale com o autor