Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140904)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->VÁRIAS FORMAS DE SE ANUNCIAR UM ASSALTO NO BRASIL. -- 04/02/2009 - 21:36 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


Nossa Língua Portuguesa
Realmente é muito rica
E nela de vez em quando
Muita gente se trumbica
Mas também serve de mote
E com ela até se brinca.

Cada Estado do Brasil
Tem um falar diferente.
Nordestino gosta muito
Da sua expressão oxente.
Agora isso vou mostrar
De forma bem evidente.

Vamos narrar várias formas
De anunciar um assalto.
Do Rio Grande ao Ceará,
De São Paulo ao Planalto.
Do último é que vem
Nosso maior sobressalto

Tudo que vou narrar agora
Foi enviado por um amigo.
Que descreveu várias formas
De se receber castigo.
Espero que não ocorra
Com ninguém e nem comigo.

Levante os braços meu rei
Diz o assaltante baiano.
Porém não se avexe não,
Que nós temos todo o ano.
Para não ficar pesado
Do berro serrei o cano.

Perdeu, mermão. Tu te fu
Isso é assalto, bicho.
A grana, ou passo cerol
Vira presunto, te espicho.
E vai logo se mandando
Nenão meto nesse nicho.

É assim que se expressa
Um assaltante carioca.
Curtindo uma bela praia
Tomando sua caipisroca.
Muitos vivem em favelas
Em São Paulo em maloca.

Prestençao é assarto, uai
Diz assaltante mineiro
Ketin é mió procê.
Pra sair daqui inteiro.
Esse trem ta chein de bala
Mi passa grana ligeiro.

Isso é assalto, meu,
Diz assaltante paulista.
Passa a grana logo, meu
Se manda, meu, diz sulista.
Ô “loco”, se manda logo
Diz corintiano ou santista.

O guri, fica atento, ba.
Isso é assalto, tchê.
Levanta os braços, te aquieta.
As pilas pra cá, me dê.
Vê se te manda a la cria
Senão meu três oitão lê.

Desta forma o gaúcho
Um assalto anuncia.
Não sei o que significa
Vê se te manda a la cria.
Por essa experiência
Não quero passar um dia.

Macho véi, isso é assalto
Diz assaltante cearense.
Sem marmota arriba os braços.
Mungango, macho nem pense.
Bora logo seu abestado,
E não faz muito suspense.

Sei que tu ta estribado
E se for “butar buneco”
No pé do ouvido mãozada
Vou aí e te sapeco
Ainda te dou um papoco
Macho liso e cacareco.

Arriégua, só tem isso.
Que fi-duma-égua liso.
Pega o beco, seu carniça,
Este é último aviso.
Vou me bora do Ceará
Pra Brasília, o paraíso.

Caro povo brasileiro,
Por rádio e por TV,
Tributos, vou aumentar,
Estou aqui pra lhes dizer.
Isso é só o começo
Do programa do PT.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, FEVEREIRO/2009
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 1679 vezesFale com o autor