Usina de Letras
Usina de Letras
26 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62484 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50871)
Humor (20083)
Infantil (5503)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->FORTALEZA BELA, UMA QUIMERA -- 01/03/2009 - 08:24 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Do Antônio Bezerra ao Siqueira
Do Benfica até o Curió
Buracos cada dia maior
Rio Cocó só tem muita sujeira
Imundície no Beco da Poeira.
Aldeota lixo impera
Não é bela como era
Bandido lá se aquartela.
Lixo no meio da canela
Fortaleza bela, uma quimera.

Centro é grande lixão,
Sujo igual Jangurussu
Aterro cheio de urubu.
Pior é o bairro São João,
E o Parque Pareão
Doença que se aglomera.
Dengue à prefeita venera,
Sua administração balela
Que destruiu Fortaleza bela.
Fortaleza bela, uma quimera.

Na Serrinha tem buraco
Que cabe um caminhão
Pior só mesmo o Castelão
Benfica tornou-se um caco
Nenhum bairro eu destaco.
Administração uma fera
Fotossensor na biosfera
Pra tomar grana do povo
A cada dia surge um novo
Fortaleza bela, uma quimera.

Quarenta milhões fatura
O trânsito com suas multas.
Não se sabe em que resulta
Em que gasta tal fartura.
Fiscalizam sua lisura?
Grana pra tapar cratera
Do governo se espera
A Copa possa sediar
Como? Estádio não há
Fortaleza bela, uma quimera.

Loura desposada do Sol
Foste já até chamada
Isso hoje é uma piada
Está igual ao Farol
Fede igual a urinol.
Nós estamos à espera
Que volte a ser como era.
Outrora linda e bela,
Não esta grande favela
Fortaleza bela, uma quimera.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, 28 DE FEVEREIRO DE 2009.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 699 vezesFale com o autor