Usina de Letras
Usina de Letras
30 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->À PROCURA DE NAMORADA, RESPOSTA AO ANÚNCIO. -- 01/06/2009 - 17:35 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
I

Em atenção ao anúncio,
Respondeu uma candidata,
De forma bem contundente,
E também muito gaiata,
Dando toda sua condição,
Pro cara ter essa gata.

II

Prezado homem descasado,
Li seu anúncio no jornal,
Manifesto meu interesse
Pra compromisso normal,
Que deve ser duradouro,
Nada de encontro casual.

III

Claro, você também deve
Preencher certos requisitos,
Que considero básicos,
Pro namoro ser bonito.
O senhor não pode ser
Homem de gosto esquisito.

IV

Tais exigências são frutos
De relações bem frustradas,
Que tive com vários homens,
Deixaram-me ressabiada.
Com marcas muito profundas
E também desencantada.

V

Mudei a personalidade.
Mas com anos de terapia
Agora estou curada
De uma depressão que sofria.
Sei que uma de suas exigências,
Entretanto isso contraria.

VI

Quanto à sua maturidade
Espero que seus quarenta
Tenha vigor de vinte e oito
Não ser pessoa ciumenta,
No físico não aparente
Ser um homem de sessenta.

VII

Com boa escolaridade
Pra superar sua cultura,
Que no Show do Milhão
Tenha obtido por ventura.
Não seja um miserável
Em casa tenha fartura.

VIII

Com olhos de qualquer cor,
Que não veja só futebol,
Revista de mulher nua.
E contemple o por do sol.
Não conte muita vantagem,
Sujeito cheio de farol.

IX

Goste muito de sorrir,
Mesmo se lavando a louça,
Ou se for arrumar cama.
Quando falar sempre me ouça.
Cavalheiro que abra a porta
Pra mim, pegue minha bolsa.

X

Não preciso ter os músculos,
Em academia, esculpidos,
Mas forte pra carregar compras,
Como faz um bom marido.
Seja bastante educado
Um sujeito bem polido.

XI

Uma boca bem bonita
Que cumpra com suas funções,
Que diga palavras doces
Em todas as ocasiões,
Não só pra pedir cerveja
E fazer reclamações.

XII

A barriga, quase certo
Que tenha, é tolerável.
Desde que não seja aquela
Pança bem desagradável.
Possa pegar no chão as cuecas
Como uma pessoa saudável.

XII

Que o desempenho sexual,
No que sou bem exigente,
Corresponda ao que fala,
Ao menos polidamente,
Para todos os teus amigos
Nos bares constantemente.

XIV

E durante o ato sexual
Não vá levar para cama
Manual do Corpo Humano
E com cara cheia de Brahma
Sai dizendo por aí
Que sua mulher só reclama.

XV

Quanto à alimentação
Saiba de bons restaurantes
Seja conhecedor de vinhos;
Aprecie os espumantes.
Goste de todas iguarias
Também não seja fumante.

XVI

O senhor com as contas,
Evidente, que arcará.
Pois também para sua casa
Eu pretendo me mudar.
Você pode ter certeza
Que essa cobra vai criar.


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORALEZA, 1 DE JUNHO DE 2009.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 774 vezesFale com o autor