Usina de Letras
Usina de Letras
53 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60373 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9718)

Erótico (13520)

Frases (48263)

Humor (19556)

Infantil (4831)

Infanto Juvenil (4181)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139380)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
cronicas-->Consumidores x fornecedores -- 23/10/2003 - 10:09 (Ana Maria de Souza Mello) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Consumidores x fornecedores

Com a maioria dos amigos entre 40 e 50 anos, enfrentamos problemas semelhantes. Consultas regulares ao cardiologista, caminhadas para manter a forma, óculos para leitura, filho pré ou adolescentes.
Os filhos, ah os filhos!
Formamos dois grupos de pais, os fornecedores e os consumidores. Fornecedores são os pais das meninas e consumidores os pais dos meninos. É uma piada, é claro, mas divertida. Brincamos com as questões femininas e masculinas e nossos medos e ansiedades parecem mais leves. É uma grande jogada do ser humano.
Voltando ao assunto, os pais fornecedores morrem de medo que suas filhas "fiquem" com meninos malandros, que não gostam de estudar. Piercing e tatuagem, é a maldição. Negam com veemência que elas já estejam iniciadas nas atividades sexuais. Quando os guris querem namorar em casa, pedem permissão, eles desconfiam e reclamam:
- Esse guri come feito louco, chega sempre na hora do jantar e não pode me ver chegando na sala que já põe uma almofada no colo.
Os consumidores, por outro lado, não querem que a rapaziada comece a namorar firme cedo, devem ficar e muito, com várias, com todas, usando camisinha, é claro. Podem trazer as meninas prá casa, elas são meigas, queridas, comem pouco. E a maior sacanagem: se ficam trancados no quarto, os consumidores fazem vista grossa. Quando os pais são consumidores e fornecedores ao mesmo tempo cria-se o maior conflito entre os filhos pois meninos e meninas querem direitos iguais e seus pais não estão preparados para essa reivindicação.
Em alguns casos, o feitiço vira contra o feiticeiro, o excesso de liberdade, sem a devida orientação traz um repentino aumento na família. Os avós terminam assumindo o papel de pais enquanto os pais-crianças terminam seus estudos.
Todos concordam que não existe uma fórmula, nada garante que os anseios dos pais se concretizem. A proteção que eles desejam não pode impedir que os filhos vivam suas próprias vidas, com suas experiências, erros e acertos. Acho que uma conversa sempre franca e um bom exemplo ajudam bastante. A vida se renova, os filhos serão pais jurando não repetir os mesmos erros e repetindo. Só o que permanece é o velho e repetido amor.
Com um pouco de tolerància e bom humor as fases passam e daqui a pouco estaremos falando da criação dos nossos netos.
É a vida e é assim.

Ana Mello
Visite:http://geocities.yahoo.com.br/anaelyod/anamello.html
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui