Usina de Letras
Usina de Letras
24 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62484 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50871)
Humor (20083)
Infantil (5503)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->TIREM AS GRADES DE NOSSAS JANELAS. -- 07/11/2009 - 22:36 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Nós vivemos aqui enclausurados.
Muito medo de toda essa violência,
Que a todos atingem sem clemência.
Por governos fomos abandonados
E pagamos pra ser ainda roubados.
Pelo povo não morrem de amores
Mesmo dele vivendo de favores
Desfrutando das coisas boas e belas
Tirem as grades de nossas janelas
Para que possa se pegar as flores.

Os bandidos soltos pelo País
Quem trabalha se torna vagabundo
Nossos líderes vivem no submundo
Muitos roubam e ainda pedem bis
Al Capone aqui seria aprendiz.
Porque um grande bando de roedores
De escândalos enchem bastidores
Tudo isso metem em nossas goelas.
Tirem as grades de nossas janelas
Para que possa se pegar as flores.

Traficante, se filho de autoridade,
Tem até hábeas corpus preventivo
Quem o prende leva um corretivo
Por coragem de dizer a verdade
Tomam-lhe até a sua identidade.
O sujeito passa a sofrer horrores
Pois aqui inverteram os valores
Mesmo assim nossas vidas são belas
Tirem as grades de nossas janelas
Para que possa se pegar as flores.

Assim disse um bom compositor:
“Amanhã há de ser um novo dia
Apesar de você.” E acrescentaria,
Mesmo com todo filme de terror:
Lula, Dilma e seu bando de traidor
E também seus outros antecessores
Que viraram seus novos assessores
Nós caímos em mais uma esparrela.
Tirem as grades de nossas janelas
Para que possa se pegar as flores.


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
NOVEMBRO/2009
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 534 vezesFale com o autor