Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62484 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50871)
Humor (20083)
Infantil (5503)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->PELA CERVEJA QUE SE BEBE DIGO SUA INTEÑÇÃO -- 07/03/2010 - 09:28 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Pra Heliodoro de Morais
O nome dá a profissão.
Pela marca da cerveja
Digo qual é a intenção,
Do sujeito bebedor
Aqui na nossa Nação.

Pelo nome da cerveja
O sujeito se revela.
Se ele gosta de mulher
Se é ele ou é ela.
Pois todo cabra macho
Toma Patrícia, ou Stela.

Porém se não é chegado
Mesmo muito a mulher.
Mas que ser imperador
Não importa onde estiver
Bebe uma cerveja merda
A tal Kaiser ele quer.

Sujeito da sociedade
Que não vai ao futebol.
Que nunca freqüenta a praia
Não curte muito o sol
O sujeito é chegado
A tomar uma Skol.

Cara que gosta de farra
Em cabaré vida passa.
Jogo, bebida, mulher
Foi a sua maior desgraça
Esse cara é bebedor
Da boa cerveja Devassa.

Aquele que sempre faz
Na vida tudo normal.
E nunca não tomou um porre
Por ser vulgar e banal.
Bebe com moderação
Só toma Original.

O cara que gosta da noite
E beber não é blasfêmia.
Curte com a namorada
A sua querida Noêmia.
O sujeito é bebedor
Da boa cerveja Boêmia.

O sujeito temente a deus
A quem somente ele ama.
Não sai com outra mulher
Com a dele vai pra cama
E gosta de divindades
Por isso só bebe Brahma.

Quem gosta de transparência,
Acima do bem, do mal.
Um sujeito bem metido
Que se acha mesmo o tal
É um cara que só bebe
Cerveja ruim: Cristal

Há quem gosta da Nortenha,
Ou outra muito mais catártica,
A Kilmes, Primus, Nobel,
Muito forte, bem aspártica
Que leva a vida numa Boa
E só bebe nossa Antártica.

Quem não gosta de cerveja,
Bebe quente até no Sol.
Não importa qual a marca,
Todas são do mesmo rol.
Pra esse qualquer uma serve
Bebem até Schincariol.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, MARÇO/2010

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 539 vezesFale com o autor