Usina de Letras
Usina de Letras
37 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->HOMENAGEM ÀS CRIANÇAS MORTAS EM REALENGO -- 11/04/2011 - 21:08 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Amanhã na rede Globo
Estreia o Cordel Encantado.
E com a humanidade
Estou mais desencantado.
Uns garotos inocentes
Brutalmente massacrados.

Toda essa ferocidade
Para matar inocentes,
Que nos deixa muito tristes
E bastante impotentes.
Porque pode acontecer
Com uma pessoa da gente.

E porque choca também
A quem tem bom sentimento.
Daquelas pessoas imagino
Toda a dor e o sofrimento.
Muitas crianças mortas
Por louco sanguinolento

Mas tudo isso é fruto
Da importância desenfreada
Que dão as televisões
Para muita coisa errada.
Educação no país
Sempre será relegada.

Não preparam as crianças
Para enfrentar a vida.
Mas para ser vencedoras;
Do que as outras mais sabidas.
E a formação humanista
Será sempre esquecida.

As pessoas buscam na vida
Se tornarem parasitas.
Ganharem dinheiro fácil
Muitos de forma esquisita.
Pelo Big Brother Brasil
Um povo todo se agita.

O destaque que se dá
É só pra o que não presta
Todos jornais e revistas
Foto do assassino infesta.
Mas não mostra os heróis
E ninguém isso contesta.

A imprensa só quer mesmo
Aumentar faturamento.
E pouco está se importando
Com povo e seu sofrimento.
Mas por falta de senso crítico
Atuaram tais elementos.

Nas escolas sempre teve
Medíocres e recalcados,
Bons alunos, briguentos
E também os maus educados,
Teve também os alunos
Que foram mais insultados

Sem o destaque da mídia
E sem o nosso modismo
Com palavras importadas,
Que chamam de neologismo,
Nunca houve no país
Tamanho bandidismo.

O povo é bem culpado
Pois até criança inocente
Vive vendo o Big Brother,
Uma coisa indecente.
E os pais achando normal
Essa coisa repelente.

Neste caso específico
Que praticou a chacina
Merece grande destaque.
Os meninos e as meninas
Os nomes não são citados.
Também não há quem defina

Nome daquele sargento,
Que virou nosso herói,
Que evitou chacina maior.
Mídia que pouco constrói
Dá destaque pro bandido.
Os mortos ela remói.

Mas aqui vai homenagem
a Márcio, grande sargento,
A Carolina Pacheco,
A Milena Nascimento,
A Bianca Rocha Tavares,
Todos de grande portento.

Igor Moraes da Silva,
Géssica Guedes Pereira,
Larissa Silva Martins,
Luiz Paula da Silveira,
Mariana Rocha de Souza,
Karine Chagas de Oliviera,
Rafael Pereira da Silva,
Samira Pires Ribeiro,
Larissa Atanázio
Mortos no Rio de Janeiro
Dentro daquele ginásio
Por um sádico traiçoeiro.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, 11 DE ABRIL DE 2011
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 636 vezesFale com o autor