Usina de Letras
Usina de Letras
46 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->A jovem Nanda revela seu sonho -- 11/07/2011 - 08:40 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Creio que Frei Dimão

Sofre no confessionário

Pois seu jeito brincalhão

É barrado pelo breviário.



Mediante a situação

Hoje faço diferente

Pois minha confissão

É de alegria crescente!



Esta noite eu tive um sonho

Lindo, lindo de viver...

Com simplicidade exponho

O que estava a acontecer.



Já bem de manhazinha

O grande sino do convento

Tocado pelo coroinha

Com todo aprimoramento...



A aldeia toda acordou

A Banda começou a tocar

De lindas músicas bordou

Cada cantinho daquele lugar!



Foguetes a pipocar

No céu de um azul anil

Tudo para acalorar

Um coração varonil.



Deixando a sua alcova

Correram para a abadia

E todos de roupa nova

Era de festa aquele dia!



Estava tudo bonito

Frei Dimão todo feliz

Celebrava naquele agito

A missa no altar da matriz.



E no final os parabéns

Todo o mundo cantava

Abraços nos vaivéns

E Frei Dimão abençoava.



O calendário mostrava

Que dezenove era o dia.

Eu no sonho abonava

O motivo da grande alegria!




Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 586 vezesFale com o autor