Usina de Letras
Usina de Letras
34 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Frei Dimão condena vigorosamente o namoro de portão -- 20/07/2011 - 12:32 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Perdoada um dia estarás
quando deixar de ser questão
esse jogo duplo do Satanás
que traz tanta confusão

O portão a que te referes
merece boa reflexão
desde o mais ínfimo alferes
à patente de capitão

O portão já foi proibido
por vezes bem numerosas
chegando a fazer ruído
de noites bastante gozosas

Assim não mais me refiro
àquilo de que já estou farto
tampouco eu me retiro
desse trabalho de parto

Se queres ser comportada
e fazer parte da boa grei
não uses o portão pra nada
nem abaixo ou acima da lei

Valho-me da oportunidade
para uma boa revelação
quem faz fé na caridade
dispensa qualquer portão

O portão ainda é arriscado
por colocar em exposição
dos pecados o maior pecado
que nasce da bolinação

Dizes ser ainda aprendiz
em matéria pecaminosa
mas dá-te por bem feliz
se não te pega a rebordosa

E por todas, de uma vez
volto aqui a repetir
Se de amor morreu Inez
minha regra é pra cumprir

E te afastes do portão
que ao que sei é gradeado
e dando margem à agarração
uma hora leva ao pecado




Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 748 vezesFale com o autor