Usina de Letras
Usina de Letras
70 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59808 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47466)

Humor (19436)

Infantil (4676)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138983)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5702)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Momento de aguarda -- 13/06/2006 - 10:53 (André Mariano de Almeida) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
A poesia é bicho

Raciocínio plural e algumas medidas poéticas

Convensam-me de mim, não se distraiam

Que a poesia acontece enquanto somos reféns

Do momento que resta

É bicho aliado a problemas mais ou menos,

A problemas nem tanto

a poesia coversa, e já estamos

Na indulgência de crescer como as aparências

Um dia eu cresci, mas não gostei nem me feri

Prefiro estar de surpresa

É, prefiro estar de surpresa.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui