Usina de Letras
Usina de Letras
37 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->SÓ PODE CHORAR A MORTE QUEM MORREU SEM TER VIVIDO. -- 01/05/2012 - 08:56 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Devemos amar a vida.
E curtir todos momentos
Esquecer dela os tormentos
A riqueza mais querida
Tem subida, tem descida.
Por ela sou agradecido.
Por tudo ser divertido;
Cada dia fico mais forte.
Só pode chorar a morte
Quem morreu sem ter vivido

Dela sairei a contragosto.
Da morte não tenho medo.
Nem ela me deixa azedo.
Nela não tive desgosto
E ainda estou bem disposto
A ter momento aguerrido
Amando o Vasco querido
E o Fortaleza Esporte.
Só pode chorar a morte
Quem morreu sem ter vivido

Mais pra lá do que pra cá
Estou nesta trajetória,
Fazendo minha história.
E não quero partir já
Pois gosto deste lugar,
Amado e muito querido.
De sistema carcomido
Que decide nossa sorte
Só pode chorar a morte
Quem morreu sem ter vivido.


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA – ABRIL/2012

OBSERVAÇÃO: O MOTE NÃO É DE MINHA AUTORIA. ENTRETANTO, NÃO FAÇO MENÇÃO AO AUTOR POR DESCONHECIMENTO. TÃO LOGO VENHA A CONHECÊ-LO FAREI O REPARO NECESSÁRIO.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 530 vezesFale com o autor