Usina de Letras
Usina de Letras
44 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Peleja entre Frei Dimão e Nanda -- 24/10/2013 - 16:22 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Essas brincadeiras de outrora
da mais pura diversão
passam a namoro fora de hora
na mais alta depravação - Frei Dimão

O retiro que o senhor fez
com os monges do Tibé
Serviu para que desta vez
Suas orelhas ficassem em pé. - Nanda

Porisso apareço cá
com o fito de condenar
seja namoro de sofá
seja namoro de pomar - Frei Dimão

Não se deve só condenar
Esses namoricos de sofá
Nem tampouco os de pomar
É louvável argumentar. - Nanda

Na roça bem sei que houve
pra os jovens impressionar
fininha picaste a couve
e insististe em a refogar - Frei Dimão

Que mal faz impressionar
Aquele jovem sarado
Vale a vida adocicar
E encontrar o felizardo. - Nanda

Pega, moça no bom terço
e começa pois a rezação
mostra que tiveste berço
pra conseguir a salvação - Frei Dimão

Não posso rezar demais
Que o santo desconfia
Já os suspiros angelicais
Os faço de noite e de dia. - - Nanda

Assim sem perder a cordura
eu te ministro a penitência
em meu cajado pois, segura
sem oferecer resistência - Frei Dimão

Já pedi ao Frei Dimão
Dosar bem a penitência
Não carregue assim na mão
E solte na indulgência. - Nanda

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 298 vezesFale com o autor