Usina de Letras
Usina de Letras
22 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62484 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50871)
Humor (20083)
Infantil (5503)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->PRA QUE PRESSA SE SEMPRE NÓS PERDEMOS A BATALHA FINAL DE NOS -- 10/04/2014 - 20:37 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Pela luta diária e incessante
Nossa vida é sempre bem corrida
Não importa em quem se abre ferida
Mesmo quando se faz erros gritantes
Nós seguimos em frente, vamos adiante.
Nós deixamos pra trás gente querida.
Pra se ter status, grande subida.
Vida boa sempre é o que queremos.
Pra que pressa se sempre nós perdemos
A batalha final de nossa vida.

O futuro será o cemitério
Não importa quem seja pobre, rico.
Ninguém pode dizer aqui eu fico.
Porque não há escolha, nem critério.
Pra nós a vida é um deletério.
Para todos há o dia da partida.
Numa viagem que só tem mesmo a ida.
Chegará nosso dia, que morreremos.
Pra que pressa se sempre nós perdemos
A batalha final de nossa vida.


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, ABRIL/2014
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 273 vezesFale com o autor