Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->VAIAS PARA DILMA E FRUSTRAÇÃO NA FINAL -- 10/07/2014 - 08:43 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Muitas vaias à presidente
É coisa bem merecida.
Uma palavra usada
Tinha que ser esquecida.
Sobre o fim das costas dela
Não dizer nada a torcida.

Aquele grito medíocre
É coisa que não se diz.
Para o mundo inteiro
Ficou mal nosso País.
Além da corrupção
Que nos deixa infeliz.

Já faz parte do passado
Porém é bem atual.
Lula esqueceu o passado
Que sempre foi muito mal
Criticou aquele ato.
Mas achou que foi normal

Chamar de filho da puta
O presidente Itamar.
Agora ele acha ruim
Pois contra o lado de lá.
Mas Dilma, Lula e PT,
Cuidado, pois vão lascar.

Tá chegando a eleição,
Maligna será vingança
Do nosso querido povo,
Contra roubo e gastança.
Pelo voto virá nova
E oportuna cobrança.

Extirpar do seio do povo
Esses corruptos bandidos
Que afanam nosso dinheiro
E nos deixam desvalidos.
E o orçamento do País
Acaba comprometido.

Perder a Copa do Mundo
De maneira vergonhosa
Para o País foi um baque
Pro povo uma rebordosa.
Os bandidos, cartolas
Com uma vida de rosa.

Tudo isso aconteceu
Por faltar planejamento.
E malandragem ser usada
Como nosso instrumento.
Mas somente nos mostrou
Que somos mesmo jumentos,

Pois na vida só se ganha
Com trabalho e persistência.
Não com discurso inflamado
Sem ter qualquer consistência,
Para enganar o povo
Na sua pobre inocência.

A goleada da Alemanha
Talvez sirva de lição.
Esquecer a malandragem
E se tornar cidadão.
Pra bandido sempre há
Cemitério ou prisão.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, JULHO/2014.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 271 vezesFale com o autor