Usina de Letras
Usina de Letras
29 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->UMA VIAGEM PELAS CIDADES CEARENSES -- 24/06/2015 - 21:11 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


UMA VIAGEM PELAS CIDADES CEARENSES



O Cearácute; é um estado

Onde impera a pobreza.

Entretanto sua capital,

A querida Fortaleza,

Cidade de muitas praias

Todas de grande beleza.



Lácute; no Juazeiro do Norte

Padre Cícero é alteza.

A época de romaria

Dácute; alegria às redondezas.

Vácute;rzea Alegre ali perto

Lugar que não tem tristeza.



A praia de Canoa Quebrada

É um verdadeiro encanto.

Ela fica no Aracati,

Bem longe de Brejo Santo.

Cidade vizinha a Jardim,

Um outro belo recanto.



Cidade pequena e limpa

Com muita Morada Nova.

Independência cidade

Que a cada ano se renova.

Prainha é uma Graça,

Bem perto da Barra Nova.



Aqui temos Morro Branco.

Também nossa Cascavel.

Terra de gente humilde

E muito boa no cordel.

Lugar da cana-de-açúcar,

Da rapadura e do mel.



Temos uma Missão Velha

Sempre em nosso Horizonte.

Ainda que o Novo Oriente,

Nos mande à Praia das Fontes

Em busca da Caridade,

No alto de um grande monte.



Esta terra Altaneira,

Cheia de Aurora e Milagres,

Pelas secas evidentes,

São Francisco nos consagre.

Nas Tarrafas vêm lagosta,

Sirigado, serra e bagre.



O povo enfrenta Barreira

Por ser esta a sua Cruz

É da folha de Carnaubal

A cera que se produz.

No Barro, na Barroquinha,

Em Baixio, na Bela Cruz.



As meninas gostam das praias,

De Chaval e do Fortim.

Os machos bebem cana,

Botam boneco e pantim.

Outros buscam as belezas

Das dunas de Camocim.



Quem vem ao nosso Cearácute;

Faz sempre uma Boa Viagem.

Curte nossa culinácute;ria

E suas belas paisagens.

Terra bem hospitaleira

Tem frio, calor e aragem.





HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, JUNHO/2015





OBSERVAÇÃO: As palavras escritas com letras maiúsculas, no meio do versos, que deveriam estar escritas com minúsculas, são nomes de cidades ou distritos do nosso Estado.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 350 vezesFale com o autor