Usina de Letras
Usina de Letras
73 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60373 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9718)

Erótico (13520)

Frases (48265)

Humor (19557)

Infantil (4831)

Infanto Juvenil (4183)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139381)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5813)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Chegada -- 20/01/2001 - 20:09 (Ana / @then@) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Vieste nuna tarde

feito chuva de verão.

Refrescaste minh alma e

partiu sem demora,

sem anunciar se volta ou não!



Vieste em dia ensolarado

saindo do nada, feito tempestade,

inundando meu coração.

Partiu como veio,

deixando marcas profundas em meu ser!



Vieste em noite clara

como estrela cadente que surge no céu.

Levou-me a desejar o impossível e

partiu com o raiar do dia,

deixando-me a esperança de um novo anoitecer!



Vieste em sonho,

em noite de sono profundo.

Me desejou,

me amou

e novamente partiu,

levando-me a noção do tempo,

deixando-me apenas a sensação de um amor vivido!



Vieste em dia claro e

encontraste-me de olhos abertos.

Me olhou firme nos olhos

fazendo-me enxergar todo o meu desejo

de para todo o sempre

a ti me entregar!
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui