Usina de Letras
Usina de Letras
30 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->NOVAMENTE NA CADEIA "UM TAL GUERREIRO DO POVO". -- 05/08/2015 - 19:48 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

E o grande capitão,
Junto com seu tesoureiro,
Que roubava brasileiro
Do tempo do Mensalão
E agora no Petrolão,
Está comendo só ovo
Porque foi preso de novo.
Pra ele a coisa está feia.
Novamente na cadeia
“Um tal guerreiro do povo”.

Contundo nas ruas ninguém
Foi defender tal guerreiro.
Ao menos um quadrilheiro.
Preso, amigos mais não tem .
Nem Molusco lhe quer bem.
A Justiça deu um corcovo
E prendeu Dirceu de novo
Que agora reparte a ceia.
Novamente na cadeia
“Um tal guerreiro do povo”.

PT calou-se a respeito
Da prisão do dirigente,
Verdadeiro delinquente,
Que não é mais só suspeito,
Porém, um caso sem jeito.
Na prisão houve renovo.
Vai se cobrir com retovo.
Pode até entrar na peia
Novamente na cadeia
“Um tal guerreiro do povo”


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, AGOSTO/2015
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 338 vezesFale com o autor