Usina de Letras
Usina de Letras
30 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->DOS MILITARES AOS GOVERNANTES DE HOJE -- 24/10/2015 - 17:16 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Os governos militares
Criaram o Banco Central,
Nuclebrás, Eletrobrás,
E a Polícia Federal,
Criaram PIS/Pasep
E também o Funrural,

A Itaipu Binacional,
E a merenda escolar
Hoje estão deturpando,
Que o regime militar
Trouxe para nossas vidas,
Melhorando esse lugar.

A produção de petróleo
Por dez foi multiplicada.
A Seleção Brasileira
Nunca sofreu uma goleada.
A nossa frota de carros
Por álcool movimentada.

O FGTS, a Embrapa
E várias universidades.
Zona Franca de Manaus
Melhorou aquela cidade.
Criaram muitas hidrelétricas.
Tudo de boa qualidade.

Criaram portos aeroportos,
Até a indústria naval,
O crédito educativo,
E o famoso Mobral.
Tudo em tempo recorde
Sem roubo e com moral.

Este governo de hoje
Combatia os militares.
Criaram grupos terroristas
Da Dilma o Var-Palmares.
Hoje no poder, os bandidos
São contados aos milhares.

Nesse governo petista
Não há uma obra sequer.
Minha Casa Minha Vida
São os olhos da mulher.
Para enganar o povo,
Também muitos barnabés.

Prometeram hidrelétrica
E até a transposição
De água do São Francisco:
Deram-nos o mensalão.
Prometeram transparência
Fizeram o Petrolão.

No Regime Militar,
Nenhum de seus presidentes
Se meteu em falcatruas.
Atolados até os dentes
Nas mais diversas ladroagens
Estão nossos dirigentes

Estão sendo acusados.
Da Lava Jato a Zelotes
São tantas acusações
Que já estão no cangote
De um famoso Molusco
E também de seus filhotes.

A história do Brasil,
Nesta época petista,
Não terá nenhum herói.
Pois todos protagonistas
Terão fichas na polícia
Delatados por lobistas.

Para escrever a História,
As fichas criminais,
Os arquivos da polícia,
As folhas policiais
Serão muito pesquisados
Nos acervos dos jornais.

Essa mancha indelével
Deixada por quadrilheiros,
Que tomaram o poder
Do povo, os brasileiros,
Assaltaram os cofres públicos
Roubaram nosso dinheiro.

Criaram uma comissão
Que chamaram da verdade
Pra denegrir militar
Esconder a realidade.
Indenizaram bandidos
Quebraram seguridade.

Roubaram o BNDES,
Também Banco do Brasil.
O dinheiro dos Correios
Há muito também sumiu.
Prejuízo pelo rombo
Foi o povo que assumiu.

O rombo do orçamento
Ninguém sabe quanto é.
Porque só fala mentira
Essa maldita mulher.
Todo povo brasileiro
Pra ela é uma ralé.

No regime militar
Batia-se continência.
Não havia traficantes
E muito menos violência.
Nenhum deles ficou rico
Mostraram boa eficiência .

Contra dirigentes de hoje,
Nossos “honrados” petistas,
Um monte de acusação,
Uma infinita lista,
Que de tão numerosa
Nós já perdemos de vista.

Não se fecha hoje Congresso.
Mas compram-se autoridades,
Com nosso próprio dinheiro,
Cometem barbaridades.
Financiam comunistas.
Tiram-nos a liberdade.

No regime militar
Não havia nenhum perigo.
A não ser os terroristas,
Esses nossos inimigos,
Que matavam e roubavam
Inocentes em abrigos.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA,OUTUBRO DE 2015.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 334 vezesFale com o autor