Usina de Letras
Usina de Letras
26 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62472 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10468)
Erótico (13578)
Frases (50857)
Humor (20082)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140896)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6247)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->An I. -- 27/02/2007 - 10:40 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Águias, lobos e oh, velhas, atenção!

















De Eugenie Marlitt



Se minhas canções tristes soam,

não deturpe-as então!

Elas nascem da dor

e lutam trêmulas à luz

de mais íntimo e sagrado lugar.

Não cicia também

cada flor do túmulo

o mais suave, tristonho e sonante alento?



Fonte: Projekt Gutenberg.de



Wenn trüb meine Lieder klingen,

Verwirf sie darum nicht!

Sie wurzeln im Schmerz und ringen

Sich bebend ans Licht

Aus innerstem Heiligtume.

Flüstert nicht auch

Um jede Grabesblume

Leiser, wehmütig klingender Hauch?





Veja mais==>>>Elpídio de Toledo









































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui