Usina de Letras
Usina de Letras
29 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->FECHADOR DE JANELA SE TRANSFORMA EM BOM EMPRESÁRIO -- 24/05/2016 - 06:48 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


No Brasil, país de oportunidades,

Competência jamais foi necessácute;rio.

Pra encanar vento paga-se em denácute;rio.

Basta ter uma boa afinidade

Com quem vai julgar sua capacidade

Pra tirar bom dinheiro do erácute;rio.

Quem trabalha é pobre belisácute;rio.

Hácute; ladrões mesmo numa plataforma

Fechador de janelas se transforma

Do dia pra noite em bom empresácute;rios.



Se tiver um parente invertebrado.

Ou a família for do reino animal,

Não importa parente ser carnal.

Para o cara ser logo agraciado

E ganhar muito rácute;pido um legado.

Consertando janela, porta, armácute;rio.

Ir pra Cuba fumar em balneácute;rio.

E ganhar muito apenas com reforma.

Fechador de janelas se transforma

Do dia pra noite em bom empresácute;rios.



Deixar logo de ser mesmo um escravo.

Ser sobrinho de um ex- presidente

E passando a ser um seu descendente

O sujeito não é qualquer olavo

Que irácute; receber uns poucos avos.

Logo vai se tornar um milionácute;rio.

Dono de muitas terras, fundiácute;rio,

Que sonega e ao Incra não informa.

Fechador de janelas se transforma

Do dia pra noite em bom empresácute;rios.



Belisácute;rio – pobre, desventurado

Denácute;rio – antiga moeda

Olavo – sobrevivente



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, MAIO/2016


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 423 vezesFale com o autor