Usina de Letras
Usina de Letras
19 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->ADALBERTO CARDOSO HERÓI DESCONHECIDO -- 16/01/2017 - 20:08 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Dos vencedores o esporte
Conta bonitas história.
Como se os perdedores
Não tivesse qualquer glória.
Porque neste nosso mundo
Só nos importa a vitória

Dos atletas e dos guerreiros
Lembremos de sua bravura.
Da grande disposição
Ao enfrentar a desventura.
Nosso Adalberto Cardoso
Foi uma destas criaturas.

Na olimpíada de Los Angeles
O nosso grande guerreiro
Saiu de carro de São Francisco,
Sem ter no bolso dinheiro
Andou a pé, passou fome
Ainda viajou o dia inteiro

Pra competir em Los Angeles
Pelo povo brasileiro,
Insone e debilitado,
Fez bonito o marinheiro.
Da prova não desistiu,
Mesmo sendo o derradeiro.

Sua luta maior não foi aquela,
Mas ir do Rio de Janeiro,
Trabalhando num navio
Durante um mês inteiro,
Carregado de café
Para vender no estrangeiro.

Todo o seu grande esforço,
Verdadeira odisseia,
Pra completar o percurso
Pode servir de epopeia
Pra imortalizar seu feito
Do Canadá a Coreia

Pelo estádio inteiro
Foi ovacionado de pé.
No percurso da corrida
Caiu, levantou teve fé;
Mesmo sozinho no estádio
Não entregou o boné.


O esporte brasileiro
A ele nunca fez menção,
Nem por ter ido à guerra
Defender nossa Nação.
Morreu pobre esquecido
Quando jogava gamão.

Pela bravura e coragem
De Adalberto Cardoso,
Todo povo brasileiro
Deve ficar orgulhoso.
Pois foi um grande herói,
Mesmo não sendo famoso.

Seu feio foi incomparável
Também de imensa coragem
A ele façamos justiça
Prestando-lhe homenagem
E o esporte brasileiro
Divulgar a sua imagem.

Pois essa grande herói
Do povo é desconhecido.
Não somente ganhadores
Devem ser reconhecidos.
Pois naquela olimpíada
Foi vencedor, não vencido.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, JANEIRO/2017
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 241 vezesFale com o autor