Usina de Letras
Usina de Letras
24 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62484 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50871)
Humor (20083)
Infantil (5503)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->COMO UM RICO EMPRESÁRIO VIROU UM SIMPLES PRISIONEIRO -- 30/01/2017 - 21:54 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Não virou lugar comum.
Mas é bem fértil o tema.
Por isso o grande dilema:
Falar de Lula a guaiamum
Ou dos embalos do olodum;
Prefiro mesmo de dinheiro;
Notícia no mundo inteiro
A prisão dum salafrário.
Como um rico empresário
Virou um simples prisioneiro

Andar com linda mulheres
E ser um beneficente
Pra enganar muita gente
Viver voando pelos ares
Conhecer os sete mares
Ir a bons cabelereiros
Esse grande caloteiro
Tornou-se presidiário.
Como um rico empresário
Virou um simples prisioneiro

Os implantes capilares
De Eike já foram raspados
Para ele dormir ao lado
De alguns presos populares.
Talvez sem preliminares,
Vão traçar o “escoteiro”,
Pois lá não tem cavalheiros;
Só tarados carcerários.
Como um rico empresário
Virou um simples prisioneiro


Perdeu Luma de Oliveira.
Levado num camburão
Pra hospeda-se em prisão,
Em cela cheia de sujeira.
Perdeu também cabeleira
Mesmo com todo dinheiro
Vai dormir em um poleiro,
Junto a outros carcerários.
Como um rico empresário
Virou um simples prisioneiro

Frequentava ricas boates
E excelentes restaurantes.
Em seus barcos flutuantes,
Aqueles bonitos iates,
Travava grandes embates
Para roubar mais dinheiro
Do velho Rio de Janeiro.
Irá lavar sanitário.
Como um rico empresário
Virou um simples prisioneiro


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, JANEIRO/2017
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 217 vezesFale com o autor