Usina de Letras
Usina de Letras
72 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60338 )

Cartas ( 21288)

Contos (13385)

Cordel (10358)

Cronicas (22274)

Discursos (3191)

Ensaios - (9711)

Erótico (13520)

Frases (48218)

Humor (19544)

Infantil (4823)

Infanto Juvenil (4171)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139322)

Redação (3114)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5804)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->$? -- 22/05/2007 - 11:06 (Alvaro Nascimento Vieira) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
$?



Milhões de pobres, desdentados e doentes,

Pessoas boas, mal vestidas e sem cor,

Pessoas limpas no interior de suas mentes,

Mas encardidas dos maus-tratos do labor.



É nesse povo, cujas faces sorridentes

Externam rios de alegria e bom humor,

Que encontramos paz, carinho e panos quentes

Para abrandar da vida dura o amargor.



Mas veja só que injustiça sem tamanho!

A maioria esmagadora é oprimida

Por poucos ricos, podres, maus por opção.



Vamos lutar contra um sistema onde o ganho

Se torna o grande objetivo de uma vida,

E renegar o bolso em prol do coração!
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui