Usina de Letras
Usina de Letras
27 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Não mostre as pedras -- 02/06/2007 - 10:19 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"aqui: Perda de vista



























Ao outro as pedras mostrar__

as que marcam o caminho__

é risco; pode nele despertar

uma paixão, por ódio daninho.



Paixão é sentir, segundo Lustosa,

mais do que é justo sentir,

não se sentir como a rosa

que dosa quanto deve colorir.

texto


Paixão é do querer ambição,

que ainda pode voltar

ao nível bom do coração,

ao desejo, à vontade de amar.



Sinta seu ódio exato,

ou seu amor bem dosado;

paixão não convém, de fato,

nem mesmo ao enamorado.



Ela nos desvia da rota,

e se com ela persistimos

de coração, além da quota,

a avaros nos reduzimos.



E cobiça, ou avareza,

é do querer obsessão;

deixa a pessoa indefesa,

louca, sem reação.

texto



A loucura dela se apossa

de modo irreversível,

não se volta dessa fossa,

do infindo deprimível.







To the other the stones to show__

that they delimit the road__

it is risk, it can him to wake up

a passion, for harmful hate.



Passion is to feel, according to Lustosa,

plus than it is exactly to feel,

our feelings are not as the rose

that doses how much it should color.



Passion is of wanting ambition,

that can still return

at the good level of the heart,

to the desire, wanting of love.



Feel his exact hate,

or his love well dosed,

passion doesn"t agree, in fact,

to nobody, even one not in love.



She diverts us of the route

and if with her to persist

of heart, without respect to the share,

as greedy persons we define ourselves.



And greed, or avarice,

it is of wanting obsession,

it leaves the person defenseless,

crazy, without reaction.



The madness takes possession of her

in an irreversible way,

she doesn"t come back from that sewage,

of the incurable depression.





























































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui