Usina de Letras
Usina de Letras
24 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140904)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->QUANDO MAIS CONHEÇO GENTE MAIS RESPEITO OS ANIMAIS -- 05/05/2017 - 03:16 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Com os atos de Brasília
Onde a corte suprema
Mostra que é tão pequena.
Com rosas de buganvília
Manda para sua mobília
Um bandido bem voraz,
Que solto vai roubar mais.
Mantém preso só indigente.
Quando mais conheço gente,
Mais respeito os animais.

Animal não faz malfeito.
E vai preso sem delito.
Bandido gera conflito,
E vive cheio de direito.
Mas não merece respeito.
Porém quem é contumaz,
Cuidado com generais,
Porque há contas pendentes!!!
Quando mais conheço gente,
Mais respeito os animais.

Brincadeiras juvenis
São julgamentos sérios
E também cheios de critérios,
Proferidos por bom juiz.
Não mandado de infeliz
Pra soltar o satanás,
Bandido muito sagaz,
Zé Dirceu um indecente.
Quando mais conheço gente
Mais respeito os animais.

Mote: Heliodoro Morais
Glosa: Henrique César Pinheiro
Fortaleza, maio de 2017.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 302 vezesFale com o autor